Leitura de Hoje – Notas do Subsolo

Notas - capa

“Entre as recordações de cada pessoa, há coisas que ela não conta para qualquer um, somente para os amigos. Há também aquelas que ela não conta nem para os amigos, somente para si mesma, e isso secretamente. Mas, finalmente há também aquelas que o indivíduo tem medo de revelar até para si mesmo, e um homem respeitável tem tais coisas acumuladas em grande quantidade. E pode ser até mesmo assim: quanto mais respeitável ele é, mais coisas desse tipo ele tem acumuladas”

É com esses e outros monólogos que o autor (sem nome) pela pena de Dostoiévski nos desafia a confrontar: o que é o subsolo? o que há dentro dele que tanto nos poe medo? como externalizamos esse sentimento pelo puro e sincero intuito de nos libertarmos de nós mesmos? Pelas passagens, Dostoiévski cria um personagem frio, ranzinza, que ficou anos solitário em seu “subsolo”, pois já não creditava no homem a confiança e escancarava a soberba, a limitação e a crise existencial, tão própria da nossa espécie. Uma leitura obrigatória para os amantes da literatura, onde ao mesmo tempo há traços de alegria e desespero, jocosidade e desdém. Não há como não identificar-nos no personagem – ou encontrar alguém que seja assim. Boa leitura!

Anthony Cardoso

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s