Introdução – Aforismos

Como primeiro post, gostaria de colocar alguns pontos sobre os objetivos desse blog.

Divulgar os trabalhos de estudantes de Ciências Sociais, expondo com a ajuda de autores da área de humanas e co-relacionados, uma visão da sociedade como ela foi e como ela é. Mostrar como o homem pode, no meio em que vive, definir-se mediante perspectivas políticas, culturais e sociais e por sua vez reformar o seu próprio meio, numa constante transformação. Pegando um gancho nas palavras de Heráclito (540 – 470 a.C), tudo flui, porque assim como as águas de um rio não são as mesmas, o homem também não será o mesmo.

Em verdade, vivemos diariamente essas relações, mas não nos damos conta de tamanha relevância. A recorrente alcunhada Vida Moderna parece não dar espaço para reflexão. A soma do trabalho com os estudos, com namorado(a), mais amigos, aliada aos meios de comunicação (isso se conseguirmos usar de todos esses meios!) se torna a nossa imagem, de pessoas ocupadas, sempre com algo a fazer. Nos dedicamos ao externo, mas nem sempre nos desprendemos desse mundo para viver o nosso interior.

Karl Marx (1818-1883) em seus estudos sobre o modo de produção capitalista, dizia em linhas gerais que o homem no mundo do capital, caracterizado pela divisão do trabalho e manufatura, alienava-se de si mesmo, tornando-se uma mera engrenagem de uma monstruosa máquina: a máquina de fazer dinheiro. O processo de Reificação (coisificação) era de fato inevitável, pois tal panorama, na época, de uma Inglaterra onde recentemente havia sido emergido a Revolução Industrial e as fábricas como força motriz desse sistema, trazia diante da sociedade, um novo paradigma. O homem do campo, acostumado a trabalhar na terra, fazendo parte daquele cenário feudal, agora era obrigado a migrar para as cidades, onde um novo modelo econômico vigorava.

Este foi apenas um exemplo de integração do indivíduo na sociedade, que como objeto de estudo, deve ser recorrido para uma melhor compreensão de nós mesmos

Anthony Cardoso

Anúncios

Um comentário sobre “Introdução – Aforismos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s